terça-feira, 24 de julho de 2012

Um homem velho

Tumblr_lvpdhqznvj1qjysd7o1_500_large

 

 

Fiquei sem paciência comigo mesma, acabei com tudo que um dia construímos, mas penso eu que se consegui acabar foi porque não conseguimos construir algo sólido e duradouro. Vou assim sem adeus e sem tristes despedidas, vou assim com uma mala, um par de óculos, alguns livros e um violão. Vou assim, mas só do que quando cheguei. Sempre achei mesmo que sempre estive sozinha, sem ombros para apoiar e chorar, sem abraços para se lançar e me aconchegar, sem... Vou assim. Até mais, até logo. Tchau.

3 comentários:

  1. Sabe, esse texto tem bem haver com o que estou pensando agora, que rumo tomar... Só de pensar em largar, dói. E nao conseguiria ir sem me despedir...

    Bjoos :*

    ResponderExcluir
  2. e dizem que é na solidão que a gente se encontra. quem sabe?

    beijoca

    ResponderExcluir